A marca alemã anunciou formalmente a saída do mundial de ralis, competição na qual é virtualmente tetra campeã.

A Volkswagen decidiu reajustar o seu programa desportivo, anunciando o fim da participação no WRC no final de 2016. Em comunicado, a marca alemã diz que a partir daqui dará prioridade a novas tecnologias e equipas-cliente. A participação da VW surge após quatro épocas consecutivas de sucesso, nas quais acumulou o título mundial de construtores, de pilotos (Sébastien Ogier) e de co-pilotos (Julien Ingrassia), por quatro vezes consecutivas com o Polo R. Ao todo, a equipa ganhou 42 dos 51 ralis disputados (o último dos quais na Grã-Bretanha no passado fim de semana).

Apesar desta decisão, motivada pela necessidade de cortar custos, devido ao Dieselgate, o fabricante de Wolfsburg optou por manter os cerca de 200 postos de trabalho da divisão Volkswagen Motorsport, que a partir daqui concentrarão os seus esforços no Golf TCR em outros programas de desporto motorizado do grupo, incluindo o da Skoda nos ralis. Apesar desta saída ao mais alto nível do mundial de ralis, a VW continuará a desenvolver um novo Polo R5, que estará disponível para clientes a partir de 2018.

Assine Já

Edição nº 1449
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes